Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

AÇORES

Manutenção do Expresso do Triângulo complica viagens de barco no Grupo Central

As viagens marítimas entre as denominadas ilhas do triângulo (Faial, Pico e São Jorge), nos Açores, estão a demorar quase o dobro do tempo, devido à manutenção do barco rápido que habitualmente efetua a operação.

Segundo uma fonte da Transmaçor, a empresa que assegura as ligações marítimas de passageiros entre as três ilhas, o catamaran "Expresso do Triângulo" vai estar parado durante dois a três meses para uma prolongada reparação.

O barco rápido, o único da empresa, vai ser pintado e melhorado, no sentido de cumprir as exigências impostas à certificação de navios de passageiros, e só deverá estar operacional no início da época alta.

Até lá, os passageiros que pretendam realizar a viagem Horta/São Roque/Velas, serão transportados no "Cruzeiro das Ilhas", um dos dois monocascos da Transmaçor que demora quase o dobro do tempo do barco rápido para completar o percurso.

O "Expresso do Triângulo" realizava a viagem Horta/Velas, com escala em São Roque do Pico, em cerca de uma hora e meia, mas o "Cruzeiro das Ilhas", que agora está a substituir o barco rápido, leva mais uma hora para fazer o mesmo trajeto.

A Transmaçor alterou entretanto os seus horários, no início do ano, nas viagens nesta zona, que continuam a realizar-se duas vezes por dia, à exceção do fim de semana, em que há apenas uma ligação diária. A empresa adverte, no entanto, que os horários estão sempre dependentes das "condições meteorológicas" e de eventuais "avarias técnicas".

As ilhas do Faial, Pico e São Jorge são as que mais próximas estão entre si no arquipélago, o que permite a realização diária de viagens de barco para o transporte de passageiros, mesmo durante os meses de inverno. A operação é financiada pelo Governo Regional, que atribui um subsídio à Transmaçor, a título de prestação de serviço público.

VEJA A PRIMEIRA GALERIA DE FOTOS DO VI CONGRESSO DA APLOP