Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

90 SEGUNDOS DE CIÊNCIA | ÁUDIO

Estudo quer conhecer o papel das algas e das plantas marinhas nos ecossistemas costeiros

A Ria Formosa no Algarve foi o espaço escolhido por este projeto para estudar o impacto das plantas e algas marinhas no seu ecossistema.​

Rui Santos, professor da Universidade do Algarve (UAlg) e investigador do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da mesma universidade, estuda o papel das plantas e algas marinhas no funcionamento dos ecossistemas costeiros.

Atualmente, o investigador quer usar este conhecimento para educar as pessoas sobre o impacto que estas plantas têm, não só no seu ecossistema, mas também sobre os benefícios que as mesmas podem trazer para a população local.

“Uma perspetiva que nós estamos agora a desenvolver é olhar para este funcionamento do ponto de vista dos benefícios que esse funcionamento traz às pessoas e ao bem-estar das pessoas. O objetivo final é tentar valorizar estes serviços, portanto tentar explicar qual é o valor destes benefícios, qual é o valor do sequestro de carbono que as plantas fazem, que as plantas realizam. Temos comunidades muito importantes para sequestrar este carbono, este é um valor muito elevado, e é muito difícil de contabilizar.

Rui Santos quer assim desenvolver ações de formação e produtos informativos para desenvolver a consciência das pessoas sobre o papel que as plantas marinhas têm no funcionamento global destes ecossistemas costeiros.

“Quando as pessoas se importam, têm cuidado e transmitem essa informação, a conservação destes sistemas e a sua recuperação é muito mais fácil de fazer. As entidades gestoras e as políticas serão pressionadas pelas pessoas para fazer isso, esta é a via que nós achamos que é a melhor”, conclui.

PARA OUVIR AQUI

MAIS DETALHES

O 90 Segundos de Ciência é um projecto do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier ITQB NOVA, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – FCSH NOVA, ambos da Universidade Nova de Lisboa, e Antena 1, com o apoio da Novartis.

Duas vezes por dia na Antena 1, de segunda a sexta, antes das onze da manhã e antes das sete da tarde.

A Antena 1 dá voz aos investigadores portugueses em 90 segundos de Ciência.

PARA SABER MAIS SOBRE O PROGRAMA












Artigos relacionados:

  • Estudo quer conhecer o papel das algas e das plantas marinhas nos ecossistemas costeiros