Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Acordo em Lisboa prevê partilha internacional de conhecimento sobre oceanos

Países que participam num encontro sobre oceanos que hoje começou em Lisboa vão comprometer-se numa declaração a partilhar os avanços tecnológicos e científicos feitos sobre o mar, indicou à Lusa a ministra da tutela, Ana Paula Vitorino.

Na declaração conjunta, cuja aprovação é esperada esta sexta-feira, segundo e último dia do "Oceans Meeting 2017", os países subscritores assumem igualmente o compromisso de que a preservação dos oceanos exige "uma solução global", disse a ministra do Mar, anfitriã da iniciativa promovida pelo Governo.

No primeiro dia do encontro, que este ano se realiza sob o lema da saúde dos oceanos e a saúde humana, serão assinados protocolos de cooperação entre Portugal e outros países lusófonos, do Mediterrâneo e do Atlântico Norte para programas de investigação aplicada, limpeza do mar e de sustentabilidade da pesca.

No "Oceans Meeting 2017" está prevista a presença de 38 ministros e secretários de Estado de 59 países e representantes de nove instituições internacionais, incluindo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a Comissão Europeia e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Para a ministra, "a grande adesão" de participantes "é o reconhecimento do empenho e da liderança que Portugal tem vindo a assumir em matéria do mar".

O encontro, que se desdobra pelo Centro Champalimaud e Mosteiro dos Jerónimos, inclui uma cimeira ministerial, uma conferência internacional com investigadores e sessões de contacto entre empresas para "potenciar parcerias económicas".

LEIA AQUI A INTERVENÇÃO DE ANA PAULA VITORINO

fonte